Trabalho Voluntário

E aí galera tudo bem? Alguém aí já participou de algum trabalho como Voluntário?
Eu sempre que posso me dedico a um ou outro projeto como voluntário e em sua grande maioria quando se está relacionado a Jovens. Desde minha atuação com a Pastoral da Juventude, tenho exercido minha cidadania, auxiliando outros jovens, seja em Curso de Verão, Curso de inverno, Semana de Formação e o meu Forte que é o Curso de Dinâmica para Líderes, a qual coordenei um projeto por 2 anos na Arquidiocese de Campinas, que infelizmente, os sucessores deixaram acabar. O fato que ontem, estive participando de um Projeto da Junior Achievement, “As Vantagens de Permanecer na Escola” com outros colegas da empresa a qual trabalho, Petrobras, onde trabalhamos pelo o Período da Manhã com jovens alunos do ensino médio de Cosmópolis, da escola Lidia Onela Kalil Aun Crepaldi. Para quem quiser fazer trabalhos voluntários, e quiser conhecer esse que participei é só acessar o www.jasp.org.br.

Foto das atividades de Ontem por: Montanha
Um abraço 
O Montanha

2 comentários em “Trabalho Voluntário

  • novembro 15, 2010 em 5:37 am
    Permalink

    Isso é muuuito legal! Agora estou em ano de vestibular então digo que meu lado voluntário anda meio afetado, mas eu realmente adoro fazer algo de diferente para alguém, e acho muito legal seu trabalho.
    Ano que vem, quem sabe, eu não tire meu voluntariado de hiatus e ponha em prática minha solidariedade? 🙂

    Resposta
  • novembro 17, 2010 em 12:13 am
    Permalink

    Trabalho voluntário é legal e gratificante… apesar de as vezes os beneficiados não perceberem que você está ali porque quer.
    Já voluntariei como professor de informática e aqui nos EUA eu faço pelo menos 1 trabalho voluntário por mês, geralmente pra arrecadação de fundos pra alguma causa especial. Isso não chega a atrapalhar meu ritmo da faculdade. Mas na época da Unicamp eu duvido que sobrasse um segundinho pra isso.
    Acho que o voluntário mais legal que eu já participei foi quando a diretora da minha escola falou que não podia pintar a escola porque o orçamento não era suficiente, e a escola estava um nojo. Eu sugeri que ela pedisse aos alunos para pintar, e que ela deixasse os alunos exercerem a criatividade com desenhos após a pintura. Foi muito interessante porque todo mundo quis trabalhar e as salas ficaram bem pintadas e com desenhos bonitos, mostrando um pouco da personalidade de cada um.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *